Overdose

em

A minha rotina é administrar essa overdose de amor

Que teima em tomar conta da minha rotina:

Esses hábitos intensos e constantes

De amar a quase todo mundo com quem vivo

De amar platonicamente a quem mal conheço

De amar o processo da conquista, da descoberta

De amar o processo do cultivo, dos regressos

De amar, e de esconder que amo

Para parecer um pouco menos esquisita

De amar, e de expressar sincera

De amar, e de esperar retorno.

De amar, e cometer promessas

De amar, e de viver nos sonhos

De amar, e de sorrir sozinha

De amar, e me saber insana.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Betty Gaeta disse:

    O poema é lindo. E de certa forma de um astral ótimo. Se ele reflete vc, então vc deve ser uma pessoa maravilhosa.
    Bjkas e uma boa noite para vc.

  2. lindsay disse:

    Lindo, e sua linda! Amar não tem medidas, amar é ser corajoso, é deixar-se ser o que sentir que deve ser, qto mais a gente ama mais o amor flui e inunda a alma, e a alma mergulha de dentro pra fora num oceano de emoções.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s