A tristeza revisitada

Lendo Borges ao som da preguiça,

mascando o amargo sabor da nostalgia.

Nessa noite fria, minha memória bebe

Da lembrança de antes da hipocrisia

Onde tudo era inocência e entrega.

Tudo era acreditar no amor.

E assim se tornaram esses dias

essas noites como essa, recheadas de vento.

Votos honestos recortados de cartas,

Imagens, confissões, sentimentos

Desbotados; rotos e colados novamente

Com cuidado, guardados no fundo do pensamento.

_____________________________________________________________

Nem te liga pra questão de tempo, pois isso não conta entre amigos, não é mesmo??!!!!”

Boboquinha!!! Eu nunca irei sumir de você… sei lá acho que temos um pacto de vida!!”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s