sem muralhas

em

meu amor já foi sonho

a barriga vazia da ilusão

meu amor já foi encontro,

foi inteiro nosso, nas entranhas do dia a dia

meu amor já foi revolta

tua ausência sempre iminente

meu amor já foi obsessão

a ânsia de te controlar

meu amor já foi desespero

a raiva de saber-te outra

meu amor já foi desencontro

já chorou a tua morte

meu amor já foi esperança

retornou para a primavera

meu amor já foi outono

a ciência dos ciclos

meu amor já viu mais de um inverno passar

já comeu mais de um saco de sal

encontrou raízes por entre as pedras

construiu ninho no centro da terra

meu amor aprendeu a driblar pontos finais

a se espalhar pelo mundo

a pulsar sem muralhas

hoje rimos juntas à mesa da cozinha

uma em cada canto do mundo

repartindo as nossas riquezas

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Al Scandar disse:

    Me gustó mucho!

  2. Toni Kunzler disse:

    “…
    meu amor já foi obsessão
    a ânsia de te controlar…”
    e vai entender por que agimos assim em alguns relacionamentos, enquanto somos absolutamente descolados em outros…
    a vida é muito engraçada, mas é preciso captar com perfeição a “punch line” pra não cair nocauteado…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s