Não confie em poetas

Porque poesia é que nem droga
droga droga pesada:

se usa para se afogar o que sufoca
para suportar o que não se suporta
para abrir as comportas da percepção
e descomportar o comportamento.

poetas acham graça em aliterar o som da palavra porta infinitas vezes.

talvez pra achar alguma saída.

poetas erram de propósito.

poesia pra quem é usuário
se usa sempre para além da conta
distorce o eu mais profundo, que quando vê:
está tomado de assalto pelo eu lírico

poetas te ligarão às cinco da manhã
te acusarão de desamor
poetas largarão o trabalho
e abusarão do uso do taxi
e talvez do álcool.

poetas caimos no caldeirão do lsd.

não confie em poetas:
poetas amamos do avesso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s