a puta

aquela em quem não se pode confiar. sem palavra. com identidade falsa. vida fácil, frívola, amores pagos com favores, afetos passageiros.  figura de plastica, máscara, fetiche. metonímia: as partes pelo todo. dissimulada, cigana, capitu. aquela que finge o amor. aquela que finge ter o tesouro. aquela que cobra pouco. aquela que cobra demais. aquela de quem se esquece no dia seguinte. aquela que se exibe como troféu. a que não pode ser amada. a que não merece ser amada. puta, puta puta! vadia. da rua. errante. como todos nós? come nós todos. esfinge.

se xinga a puta para sacralizar a santa: aquela que não toca. a que não desfruta. que não perece, que permanece intocável, perene – vazia? como todos nós? não come ninguém. não deseja. talvez ame. ou talvez apenas se distraia com devaneios.

puta como desvalor. inútil. inútil!!! aquela que sai do sistema fascista. trabalha para si, trabalha em si, através de si. um maiô e uma toalha. sabe algo que só tem valor para si. isolada, marginal, errante. como todos nós, no fundo.

no fundo ela quem desata os nós: quem melhor sabe a diferença entre amor e comércio? amor e fantasia? amor e trapaça? amor e desprezo? mais sabe de amor quem anda por suas margens? bicho da noite tem a visão mais aguçada. e pernas mais rápidas.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s